Procurar
Close this search box.
Pinhos Armazém Agrícola

Criar galinhas: como começar?

Está a pensar criar galinhas em casa? Este artigo é para si. Analisamos as questões principais para que avance com a sua criação de galinhas o mais preparado possível.
Como criar galinhas

Se está a ler este artigo, certamente está a ponderar criar galinhas em sua casa ou numa propriedade sua. Criar galinhas é uma atividade que muitas pessoas apreciam e apesar de ser relativamente simples, tem as suas particularidades e melhores práticas. Há muitas razões para querer criar galinhas. Vamos começar por ver algumas delas.

Porquê criar galinhas?

A frescura e o sabor dos ovos caseiros será, certamente, uma das principais razões!

Os ovos caseiros, de galinhas criadas com as devidas condições (espaço, alimentação, etc.), superam os ovos de supermercado.

Também poderá ter galinhas como adição à sua prática agrícola. Se possui outras culturas agrícolas e necessita de adubo orgânico, as fezes de galinha podem ser compostadas. Por animal conseguirá acumular uma quantidade razoável de adubo natural, ao fim de alguns meses, que poderá utilizar nos seus cultivos.

Algumas considerações importantes antes de começar

Antes de começar a sua criação de galinhas, atente a alguns destes aspetos.

Dimensões do galinheiro 

Certifique-se de que possui o espaço físico indicado para a criação de galinhas. 

Falamos, claro, do galinheiro que, idealmente, é constituído por uma secção interior e uma exterior.

O tamanho dos espaços variam conforme a finalidade, indo de pequenos galinheiros até estruturas de maior porte, para albergar mais animais.

No que toca ao espaço por galinha, depende da raça de galinha que quer criar e do porte. 

Os números das diferentes recomendações variam, mas para galinhas de porte médio, fala-se de cerca de, pelo menos, 2m2 por galinha no interior do galinheiro, para o máximo conforto animal. Lembre-se que quanto mais espaço, melhor. O espaço exterior deverá ser grande e versátil o suficiente para a galinha conseguir tomar os seus banhos de terra (deverá ter acesso a terra seca) e deslocar-se livremente, sem obstrução de outros animais. 

Tenha sempre como referência que quanto mais espaço, interior ou exterior, melhor. Um espaço demasiado pequeno, com muitos animais, contribui para o aparecimento de doenças e consequente contaminação, bem como para o arranque de penas e luta entre as aves.

No que toca ao pé direito, ou seja, o espaço em altura para si, quando entrar no galinheiro, caso queira galinhas poedeiras, poderá querer ter um espaço interior suficiente para entrar, recolher os ovos e efetuar a manutenção/limpeza devida de forma confortável.

Lembre-se também do espaço que necessita para um comedouro, bebedouro e ninhos (pode ter como referência um ninho por cada três galinhas poedeiras).

As galinhas poedeiras não precisam de um galo para pôr ovos, ao contrário do que muitas pessoas pensam.

Custos relacionados com a criação de galinhas

Outro aspeto a considerar antes de começar são os custos relacionados com a criação de galinhas. Terá, inicialmente, custos relacionados com materiais e a compra das galinhas em si. O restante estará pendente do número de galinhas com que escolher começar. Se decidir começar com três a seis galinhas (um bom número para iniciar a sua criação) conte com os custos de:

  • Adquirir ou construir o seu galinheiro;
  • Forragem para chão: palha, lascas de madeira, feno ou outro;
  • Bebedouro e comedouro;
  • Alimentação diária.

Por aqui, escolhemos as linhas da Rações Zêzere, para alimentação dos nossos pintos e galinhas. Consulte em baixo os produtos para alimentação de galinhas, sabendo que pode encontrar esta oferta na nossa loja.

Tenha em conta as tarefas de manutenção e o compromisso de tempo

Manter um galinheiro é um compromisso que irá necessitar de um investimento de tempo, para além do investimento financeiro que falamos. Considere a sua disponibilidade para efetuar as seguintes tarefas, antes de criar galinhas em casa:

  • Água. As galinhas precisam de comida e água todos os dias;
  • Recolher ovos. Se optar por galinhas poedeiras, estas irão pôr ovos diariamente, que necessitam ser recolhidos;
  • Férias. Estas atividades necessitam continuar mesmo quando vai de férias (tal como um animal de estimação) portanto pondere se tem alguém que cuide das suas galinhas por si, enquanto está fora.
  • Limpeza e manutenção. A limpeza do galinheiro também precisa ser feita. Terá que recolher os dejetos das galinhas, tanto para compostagem (se assim preferir) como simplesmente para limpeza. Depois, colocar forragem nova. A falta de higiene nos galinheiros representa um risco real para a sua saúde.
Galinha repousa no seu ninho, ao lado de ovos caseiros.
Os ovos caseiros são uma das razões mais populares para criar galinhas em casa | Imagem de Freepik

Saúde e controlo de pestes

Mantenha em mente que terá que tratar da saúde das suas aves, tal como qualquer outro animal. As galinhas poderão ficar doentes e irá perder animais devido a estas doenças, principalmente se não iniciar a cura atempadamente. Os cuidados sanitários devidos são essenciais para o bem-estar animal e prevenção de doenças.

Certifique-se de que existe um veterinário na área que seja capaz de tratar as suas galinhas nos casos mais graves. No entanto, nem sempre o custo de um veterinário poderá ser fácil de acarretar, por isso tenha à sua disposição o conhecimento e as ferramentas certas para lidar com uma doença aviária por sua conta, quando necessário.

Começar a criar galinhas

Agora que se sente capaz e com disponibilidade para tratar de galinhas, chegou o momento de avançar. O primeiro passo é preparar o espaço para receber as suas galinhas. Deverá preparar o espaço conforme a decisão que tomou: criar pintos ou comprar galinhas já adultas. Bem como o número de aves que escolheu ter.

O galinheiro e espaço exterior

Dependendo da sua disponibilidade financeira para a criação de galinhas, um galinheiro pré feito poderá ser uma boa opção. Eles são ideais para pessoas que não têm uma parte da casa ou anexo disponível para converter em galinheiro, mas que têm um espaço no jardim, por exemplo. A maior parte dos galinheiros pré feitos têm uma parte de abrigo interior (essencial para as galinhas) e uma parte com cerca exterior. Esta parte exterior também é muito importante, para as galinhas poderem sair do interior, estando protegidas de predadores na mesma.

Criança brinca com galinhas em espaço exterior
O espaço exterior é muito importante para as suas galinhas | Imagem de Freepik

No entanto, talvez a melhor opção para si seja converter uma parte da casa ou anexo (se o tiver disponível e com as condições certas). Seja qual for a opção, vai precisar de: 

  • Ninhos. Pequenos ninhos, para as galinhas poedeiras poderem ter um espaço privado onde colocar os ovos;
  • Ventilação e segurança. Portas e janelas que garantem ventilação e se podem fechar, criando um local seguro para proteger as galinhas de predadores.
  • Bebedouro. Um espaço para colocar os bebedouros;
  • Comedouro ou espaço no chão. Um espaço para colocar os comedouros (se optar por comedouro) ou espaço no chão para colocar a alimentação.

Uma dica bastante útil é manter um cartão removível (ou vários) por debaixo dos sítios com maior acumulação de dejetos das galinhas, para que lhe seja fácil trocar/limpar, quando necessário.

Não recomendamos que tenha as galinhas fechadas sempre no interior. Tenha um espaço exterior que as galinhas possam percorrer, livremente e protegido por cerca. Elas devem ter a opção de se banharem na terra seca, entre outras atividades que as aves precisam para se manterem saudáveis.

Do que necessitam as galinhas

As galinhas necessitam de alimentação, água e uma fonte de cálcio, para se manterem saudáveis, para além de um galinheiro com espaço interior e exterior adequado.

A água deve estar sempre disponível. Ela pode estar no interior ou no exterior, conforme lhe der mais jeito e a temperatura/condição climatérica permitir.

As galinhas poedeiras precisam de cálcio para manter os ossos saudáveis e porem ovos com casca forte. Alimentar casca de ostra às galinhas é uma forma de garantir o acesso a este cálcio.

Tal como falamos, as galinhas devem ter acesso ao exterior para tirarem o máximo partido do terreno. Este acesso permite às galinhas cumprirem com as exigências do seu sistema digestivo, que requer pequenos pedaços de pedra/rocha para digerir bem a comida.

Se as suas galinhas estiverem confinadas ao interior, deverá suplementar as refeições com estes pequenos detritos digestivos. Procure por granito partido, especialmente preparado para este propósito.

Pintos em chão macio de palha
Pintos em chão macio de palha | Imagem de freepic.diller no Freepik

Se decidir criar pintos

Se decidir criar pintos, pode adquirir os pintos pequenos na nossa loja.

Quando tiver os pintos em casa, terá que os manter num sítio quente e seguro. Eles precisam de:

  • Forragem. Forragem macia o suficiente para os pintos;
  • Calor. Uma fonte de calor que permita os pintos estarem quentes;
  • Segurança. Proteção contra predadores;
  • Alimentação. Acesso constante a água e comida.

Couve raspada em pedaços pequeninos é um alimento que os pintos apreciam muito.

Pode e deve manter acesso constante a alimentação.

Quando os pintos tiverem a penugem completa (o que deverá acontecer por volta das seis semanas), pode colocá-los no galinheiro, desde que as temperaturas o permitam (o tempo não pode estar muito frio, especialmente).

Conte que, num momento inicial da sua criação, alguns pintos poderão morrer, devido a doença. Conseguirá minimizar o risco de morte mantendo os pintos num sítio seguro e com um ambiente saudável, mas certamente será difícil evitar que alguns morram.

Faça a sua pesquisa, prepare-se

Estas indicações que lhe damos, baseadas na nossa experiência e pesquisa, são um bom princípio – mas mantenha em mente que a leitura deste artigo não é suficiente para perceber a totalidade das atividades relacionadas com a criação de pintos.

Faça uma pesquisa com maior detalhe, consulte com alguém que tenha experiência na criação e avance apenas quando tiver certeza que os animais estarão bem cuidados e que conseguirá criar aves saudáveis, prontas para lhe dar ovos caseiros deliciosos. É natural que aprenda com o próprio processo, mas nada melhor do que começar o mais preparado possível.

A melhor dica que lhe podemos dar é que, se decidir criar pintos, lembre-se que estes precisam de um local seguro e quente – juntamente com água limpa e uma alimentação adequada.

Artigo por:

Pinhos Armazém Agrícola

A sua loja de Agricultura, Pecuária, Animais de Estimação, Jardim e Bricolage. Estamos juntos no sucesso! Procuramos sempre dar-lhe a melhor seleção de produtos, aliada à informação que precisa para a sua horta, projetos e mais.

Partilhe este artigo

Mais artigos